Água-viva de 2 cm possui um dos venenos mais potentes da natureza

Um povo aborígene chamado Irukandji traz, de tempos antigos, um mito sobre uma presença misteriosa no mar que causa dores indescritíveis e, às vezes, a morte.

Já no século XX, médicos recebiam pacientes vindos da praia com dores fortíssimas, enjôos, náuseas, dores no peito, dores no abdômen e até edema pulmonar – sintoma mortal se não for tratado.

Em 1964, depois de tratar vários pacientes com esses sintomas, o médico Jack Barnes foi ao mar procurar a causa. Acabou achando uma pequena água-viva (pequena mesmo: do tamanho da unha do seu dedinho) e desconfiou que ali podia estar a resposta das dores. Como todo cientista EXTREMAMENTE cauteloso, ele passou a água-viva na própria pele, no filho e no salva-vidas que estava ali perto. Os três foram para o hospital meia hora depois, urrando de dor e, para o bem da consciência do médico, sobreviveram.

Em outras palavras, Dr. Barnes estava certo. Era aquela minúscula água-viva a fonte de tanta dor!

Mas ela pode matar?

Sim. Mais de 70 mortes já foram documentadas! Duas delas em 2002.

E meus traumas com o oceano só aumentam…

Fonte: Revista MundoEstranho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s